Em regra, um seguro de risco é um acordo através do qual os danos sofridos ou provocados pelo cliente são suportados pela seguradora.

Na sua tradução para uma exploração agrícola, o seguro visa fundamentalmente garantir ao agricultor, uma indemnização por danos sofridos ou provocados por ocorrências de origem meteorológica ou catástrofes de origem climatérica.

IFAP – SIPAC – SISTEMA INTEGRADO DE PROTECÇÃO CONTRA ALEATORIEDADES CLIMÁTICAS

O seguro agrícola, traduzido para a exploração, envolve três componentes complementares:

IFAP – Seguro de Colheitas

IFAP – Fundo de Calamidades

IFAP – Compensação por sinistralidade

IFAP – Seguro Vitícola de Colheitas

Serviços Centrais:

Gabinete de Planeamento e Políticas – Gestão De Riscos

GPP – Seca 2012

IFAP - Instituto de Financiamento à Agricultura e Pescas

IFAP – Crédito e seguros

Serviços Periféricos:

Direção Regional de Agricultura e Pescas – Norte

Direção Regional de Agricultura e Pescas – Centro

Direção Regional de Agricultura e Pescas – LVT

Direção Regional de Agricultura e Pescas – Alentejo

Direção Regional de Agricultura e Pescas – Algarve